• 5 dicas para fazer uma excelente dissertação argumentativa

    O gênero textual mais solicitado pelas provas de redação de concurso público é a dissertação argumentativa. Por isso, apresento hoje 5 dicas para que você faça uma excelente dissertação:

    1- Elabore uma introdução com a contextualização do tema e a tese

    A dissertação argumentativa, como o próprio nome diz, pede que o autor do texto argumente sobre um determinado assunto, defendendo um ponto de vista sobre ele. Assim, para desenvolver uma boa dissertação argumentativa você deve, na introdução da redação, apresentar uma tese, ou seja, uma proposição, para debater o tema, que será defendida ao longo do desenvolvimento. Mas antes de apresentar a tese, você deve contextualizar o leitor sobre o tema de maneira breve.

    2- Apresente ideias que se relacionem com a tese e desenvolva-as de maneira consistente

    De nada adianta elaborar uma boa tese se, no desenvolvimento, você apresentar argumentos que não se relacionam a ela, ou seja, que não são capazes de explicá-la ou defendê-la. Outro problema é apresentar argumentos que estão relacionados à tese, mas que têm pouca sustentação, que não podem ser comprovados ou que podem ser refutados facilmente. Para desenvolver bem as ideias e argumentos, procure explorar as relações de causa e consequência, o contexto histórico do problema e suas implicações no presente, os fatos que possam servir de exemplo, etc. Continuar lendo

    Publicado por:
  • Atenção à má postura: ela pode atrapalhar os seus estudos

    Você está alimentado, a casa está silenciosa e os livros estão sobre a mesa: é hora de estudar. Sua atenção está totalmente voltada para o assunto, que te absorve. Cinco minutos depois, a primeira ação imperceptível e automática é dobrar o corpo para a frente. Totalmente envolvido pelos estudos, não demora muito e você vai escorregar o quadril na cadeira. Por último, para provar tamanha sede de conhecimento, apoia a cabeça na mão, o cotovelo fincado sobre a mesa. Parabéns: você está completamente torto e não demorará mais do que meia hora até começar a sentir dores na cervical e na lombar; e aí, adeus livros.

    O cuidado com a postura durante o estudo evita o cansaço físico, a dor postural e a má circulação. Com menor desgaste do corpo, a concentração do estudante melhora. Por isso, não bastam um cantinho silencioso e um estômago forrado para fazer as suas horas em frente aos livros renderem mais. Estudar sentado em uma cadeira regulável, em frente a uma mesa com altura compatível e manter uma postura ereta são fatores que influenciam diretamente na qualidade do estudo, segundo Maurício Garcia, coordenador do Setor de Fisioterapia do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte e fisioterapeuta do Centro de Traumatologia do Esporte da Unifesp. Continuar lendo

    Publicado por:
  • 12 filmes para motivar e emocionar a você concurseiro

    Se você ama cinema e vai prestar um concurso público em breve, por que não se preparar para a prova com a ajuda de um bom filme?

    Nesta galeria, EXAME.com traz recomendações cinematográficas de professores e especialistas para quem busca exemplos de superação e sucesso.

    As “histórias bonitas” não se limitam à ficção: vários títulos da lista se baseiam em fatos verídicos, como o Premiado “12 anos de escravidão” ou o singelo “Apenas uma chance”. Clique nas fotos para conhecer as indicações.

    “À procura da felicidade”

    Em 1981, o vendedor Chris Gardner enfrenta imensas dificuldades financeiras. A falta de dinheiro está matando sua vida pessoal, mas ele continua a luta diária para proporcionar uma vida melhor a seu filho de 5 anos, Christopher.

    Por que vale a pena? É comum que concurseiros dediquem horas e horas de suas vidas ao estudo, muitas vezes sacrificando o convívio familiar. “Quando faltar motivação, o filme pode lembrar que o seu esforço valerá a pena e trará uma vida mais confortável para a sua família no futuro”, diz ela. Continuar lendo

    Publicado por:
  • Armadilhas eliminam candidatos aprovados em concursos

    Saiba quais são as exigências de edital que demoram para ser providenciadas e podem impedir a posse de quem passou na prova

    As motivações para conquistar um emprego público são muitas e a preparação para isso é longa e exaustiva, mas basta uma distração e todo o esforço pode ir por água abaixo. Especialistas explicam o que pode eliminar um candidato classificado e como evitar futuras dores de cabeça.

    Regra comum aos concursos públicos é que todos os requisitos do edital sejam cumpridos até a data da posse. E é justamente aí que está o problema. Há muitos casos, por exemplo, em que o candidato presta um exame que exige diploma de Nível Superior sem tê-lo nas mãos, e na data da posse, por um atraso comum à retirada de diplomas, acaba sendo eliminado na nomeação.

    Igualmente, acontece com cargos que exigem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). “Mesmo que a lei e os tribunais entendam que os requisitos devem ser exigidos somente para a posse, algumas bancas  organizadoras exigem a CNH ou o diploma durante o processo seletivo e muitas vezes eliminam candidatos que não os apresentam”, ressalta Menezes. Apesar dessa eliminação ser ilegal, o diretor sugere que o candidato fique atento às exigências e se antecipe. Continuar lendo

    Publicado por:
  • Estudar para concurso é um aprimoramento contínuo?

    Quando você começar a estudar com certeza em algum momento pensará: “nossa isso é muito difícil, nunca vou conseguir aprender!”. Mas saiba que se você quiser, isso não se tornará uma verdade, pois o estudo é um aprimoramento contínuo, nosso cérebro funciona da mesma maneira que os músculos do corpo, ou seja, quanto mais exercitá-lo, mais apto estará a armazenar novas informações e será cada vez mais fácil estudar e compreender a matéria.

    Não olhe para a frente pensando que ainda há muita coisa que você não sabe, que o tempo é curto, e achando que “não vai dar!”. Os melhores candidatos se concentram no que estão estudando, potencializam sua capacidade de absorção de conhecimentos e não perdem tempo com esse tipo de problema. Eles podem até não conseguir aprender tudo que precisam até o dia da prova de concurso público, mas tem a certeza que fizeram o melhor que podiam e direcionaram todos os esforços para os estudos.

    Publicado por:
  • A pressa é inimiga da aprovação

    Um edital é publicado e é dada a largada para corrida por matrículas em cursos e compra de livros e apostilas. Milhares de candidatos se inscrevem mesmo sem estarem preparados previamente, na expectativa de que dará tempo de aprender o necessário para ser aprovado na prova dali a menos de dois meses. Incham-se as estatísticas de concorrência e, às vésperas da prova, muitos concurseiros-aventureiros abandonam o barco. Resultado: abstenção de 15% a 20%. O lamentável é que, quando outro concurso for divulgado com salário e número de vagas interessantes, veremos o processo se repetir com boa parte dos mesmos candidatos.

    Eu digo com frequência que qualquer pessoa pode ser aprovada em um concurso público, desde que queira. E nesse desejo deve estar instaurado o bom-senso. É humanamente impossível esperar de um candidato cru, novato, que ele esteja pronto para uma prova de concurso de nível médio e superior em menos de cinco meses, no mínimo – só para ter uma referência, a aprovação não vem por decurso de prazo. Também não pode ser considerada grande a experiência de quem muda de foco como muda de roupa, quem pula de seleção em seleção acreditando que sua vez está chegando. Essa é uma fila que não leva a lugar algum. Continuar lendo

    Publicado por:
  • Livro, apostila, aula. Qual a melhor fonte de estudo?

    A resposta para encontrar qual é a melhor maneira de se preparar para concursos públicos depende de duas condições: qual o nível do candidato e de que forma ele rende mais

    Muitos alunos me perguntam qual a melhor fonte de estudo para concursos públicos. Porém, a resposta sempre depende de duas condições: qual o nível do candidato e de que forma ele rende mais.

    Para o estudante de nível intermediário ou avançado, recomendo as aulas pela internet, que têm uma qualidade melhor, pois os sites conseguem trazer os melhores professores do país para oferecer um serviço de qualidade. O aluno vai economizar dinheiro e tempo, já que estes cursos on-line são mais baratos e não há custo de transporte ou alimentação; basta abrir o computador em qualquer lugar e estudar. Quem já possui alguma base pode recorrer a apostilas, pois só terá que rever matérias. Continuar lendo

    Publicado por:
  • COMO CONCILIAR TRABALHO E ESTUDOS

    Os concurseiros sabem que trabalhar e estudar para concursos não é tarefa fácil. Alguns até acreditam que só serão aprovados quando “largarem tudo” e ficarem “só estudando”. Não é bem assim. Poderia até dizer que ter mais tempo não é, necessariamente, uma vantagem.

    Parece estranho? Pode até ser, mas continue lendo que vou explicar a linha de raciocínio.

    O tempo é um dos recursos mais preciosos para quem quer trabalhar para o governo. Porém (sempre há um porém), a quantidade não é sinônimo de qualidade e estudar com eficiência é que, de fato, vale ouro no projeto de ser aprovado em um concurso público.

    Não é raro encontrar casos em que o “excesso” de tempo pesa mais contra do que a favor. Até porque, infelizmente, há uma tendência natural do ser humano de procrastinar e fazer corpo mole. Veja como essa característica é parte da cultura brasileira, de deixar tudo para a última hora.

    Para concursos – e posso dizer que qualquer outro projeto – esse jeitinho brasileiro não gera bons frutos. Não adianta tentar bancar o esperto. O sucesso é diretamente proporcional à eficiência que só será alcançada se houver planejamento e dedicação. Continuar lendo

    Publicado por:
  • O primeiro passo para você ser aprovado

    O primeiro passo para o sucesso é escolher o sucesso. Parece muito óbvio e banal, mas não é. São justamente as coisas mais previsíveis e lógicas que esquecemos por achar que já sabemos. Hoje, você é um concurseiro porque escolheu sê-lo. Ninguém o obrigou a isso. Pelo menos essa é a premissa básica. Caso não seja uma escolha sua, repense o que está fazendo.

    Por isso que o primeiro passo para ser aprovado é querer ser aprovado. É estar preparado para agir conforme alguém que, de fato, deseja essa conquista. É criar todo um ambiente favorável ao esforço que a tarefa exige e também preparar a si e a quem está a sua volta para o processo.

    Erra quem pensa que acordar um belo dia e pensar “quero ser servidor público” o faz um aprovado. Não, não faz. Mas ao dispor dos recursos necessários e das ações necessárias, caminha-se em direção ao que se quer.

    Então, por que o desejo não basta?

    Deseja e escolher são duas coisas diferentes. Complementares, mas diferentes.
    Você precisa saber como transformar vontade em ação. Precisa pesquisar, buscar informações para ter o conhecimento necessário para transformar o desejo em realização. Não basta saber montar uma grade de estudo, dividir seu tempo, se você não souber como agir, que materiais de estudo usar, como estudar. Continuar lendo

    Publicado por:
  • Faça as pazes com o tempo

    Você cria uma tabela ou abre uma planilha de Excel e monta uma grade horária de estudos. Imprime, cola na parede e se convence de que ali está a salvação: já sabe como vai estudar. Se você fez tudo certo, por que não consegue passar do terceiro dia?

    O que acontece é o que chamo de “Efeito Dieta Maluca”. Vou explicar: como se organiza a grade horária sem estratégia, sem identificar tudo o que se tem que estudar, sem administração do tempo, o efeito é uma sobrecarga de informações e a sensação de que não está funcionando. Deste momento para desistir do quadro feito é só um pulo.

    1) Saiba o que o edital pede
    Faça um quadro com três colunas: a primeira com os tópicos de cada disciplina, a segunda com uma classificação do quanto você sabe do tópico (bem, médio, pouco) e a terceira com a localização do conteúdo, ou seja, os materiais que você tem e onde está (páginas de um livro ou apostila, número das video-aulas, etc). Esta etapa pode lhe tomar um tempo considerável, mas será essencial para agilizar sua rotina de estudos. Continuar lendo

    Publicado por: